PUBLICIDADE
Topo

Em uma rede cada vez mais polarizada, tome cuidado com o block

Denise Tremura

03/09/2019 04h00

Crédito: Gerd Altmann/Pixabay

Tem sido frequente usuários que tiveram seu perfil suspenso ou bloqueado no Twitter. Desde contas pequenas e sem grande expressividade até grandes perfis de influenciadores tiveram seu acesso suspenso, temporariamente ou em definitivo, nas últimas semanas. Foi o caso da Bic Muller (@bicmuller), tuiteira há 11 anos e com mais de 226 mil seguidores; e de @idolshelpffx, líder dos fandoms (diversas contas de fã-clubes de famosos) –ele continua bloqueado até a publicação deste texto.

Mas o que leva a rede social a suspender contas? Qual o comportamento tem sido considerado abusivo? Como evitar ter seu perfil bloqueado? O que fazer para recuperar a conta perdida?

O Twitter tem buscado fazer da rede um ambiente saudável e punido contas que apresentam discurso de ódio, postagens com spam (repetidas postagens com links externos), comportamento abusivo em seguir ou deixar de seguir muitas pessoas, uso de deck (uma interface terceirizada para administrar várias contas de uma só vez), robôs, contas fakes, entre outros.

Em algumas ocasiões, o site apenas pede para o usuário alterar a senha ou digitar um código enviado para o celular. Por isso é sempre bom manter atualizadas as informações de acesso à sua conta, como email para contato e celular com chip válido. Há casos de pessoas que perderam a conta porque não conseguem redefinir a senha, enviada para email ou número de telefone já expirados.

Se você teve sua conta suspensa, a melhor alternativa é entrar em contato com o suporte através do site de ajuda do Twitter e seguir as orientações. Há relatos de pessoas que conseguiram recuperar a conta facilmente, outros depois de alguma insistência, e há os que afirmam que recebem uma resposta automática avisando que o Twitter não atende mais naquele email.

Seja qual for o seu caso, vale a pena tentar reaver seu perfil. Nós sabemos o quanto somos apegados aos nossos seguidos e seguidores. Sua rede social é sua voz, sua maneira de se conectar ao mundo. Para não ter a conta suspensa, evite comportamento abusivo dentro da rede. Tome cuidado ao se dirigir aos outros usuários; busque sempre o diálogo ao invés do embate. Nesses tempos difíceis de política em um Brasil polarizado, é fácil perder a paciência e agredir verbalmente o adversário, mas esse tipo de atitude não é legal e não traz benefício algum, tanto na rede social quanto fora dela.

Sobre a Autora

Denise Tremura estudou Letras, é escritora, blogueira, leitora, twitteira, youtuber, palpiteira, web influencer engajada nas redes sociais e sempre atenta ao que vira tendência.

Sobre o Blog

O que acontece nas redes sociais, principalmente no Twitter. Um bate-papo sobre tecnologia, linguagem, algoritmo, engajamento, conteúdo, memes e tudo o mais que vai parar nos trending topics.

Um Passarinho Me Contou